Mantenha o SistemaLivro de George Orwell (editora Hemus, 257 páginas, com tradução de Maria Judith Martins), conta a história de Gordon Comstock, um jovem escritor (cuja família patrocinou com esforço seus estudos), que abre mão de um “bom emprego” em uma agência de publicidade e passa a trabalhar como vendedor em uma pequena livraria. A narrativa, dada em Londres, tem como foco central a revolta do rapaz contra o sistema capitalista e a maneira que é afetado pelas conseqüências de suas próprias decisões, abordando conflitos psicológicos, emocionais e sociais, além da degradação física.

O personagem principal não é um herói a quem passamos a admirar – talvez por ser demasiadamente humano, com todos os defeitos do ser – e Orwell claramente não teve a intenção de explorar outras possibilidades para abdicar do sistema capitalista, a não ser o exemplo na vida de Gordon (este sim, explorado minimamente em todas as fases).

Apesar disto, o livro se mostra interessante e convidativo. Abre inevitavelmente os olhos do leitor para uma realidade que afeta o mundo, sem fronteiras. Faz refletir sobre o destaque que o dinheiro tem na vida das pessoas, a dependência provocada por ele e o estrago que sua falta pode causar.

 

Deixe uma resposta

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

requerido