Certo dia, quando tinha 10 anos, estava vendo um filme com meu pai quando, de repente, descobri quem era o moço que cantava aquela música que eu gostava tanto.

O filme: Jovens demais para morrer
A música: Blaze of Glory
O moço: Jon Bon Jovi

Um ano depois o tal moço e sua banda vieram com a turnê “These Days” ao Brasil e eu, muito frustrada no auge dos meus 11 anos, não pude nem cogitar a possibilidade de ir ao show. Porém uma promessa foi feita: na próxima vez que Bon Jovi viesse ao Brasil eu estaria lá, com ingresso na mão e muito ansiedade.

Os anos foram passando e eu cada vez gostando mais de Bon Jovi. Gastei bastante dinheiro com revistas, pôsters e afins (por acaso os tenho até hoje, não consigo me desapegar… rsss).

Lá pelos 13 anos fui aos EUA e voltei toda feliz com o CD solo do Jon Bon Jovi (“Destination Anywhere”) e a fita cassete com o show da turnê “These Days”.

Jon Bon Jovi veio ao Brasil nesse meio tempo para fazer pocket shows, quase fiquei louca tentando ir ao extinto “Programa Livre” para vê-lo de perto, não consegui, mas gravei a entrevista toda (que por sinal mostrou um Jon Bon Jovi meio rabugento).

Longos 15 anos se passaram e cá estou, com ansiedade sem medida a espera do show da turnê “The Circle” que finalmente traz a banda de volta ao Brasil.

O show promete! Claro que promete! Se eles cantarem música de ninar o show já vai ser bom, imagina então ouvindo alguns de seus maiores hits e as músicas dos últimos álbuns!!!!

A espera está acabando… to com coração na mão…parecendo criança em véspera de Natal…quero pular…gritar….chorar…cantar…mas tudo bem…quarta (06/10) eu faço tudo isso!

 

Um pensamento em “Sonho de menina

Deixe uma resposta

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

requerido