A política nacional, há algum tempo, parece estar bipolarizada. De um lado, um grupo de pessoas supostamente bem intencionadas sendo manipuladas por um outro grupo de, sabidamente, corruptos. De outro lado, um escrete de velhos moribundos, teoricamente competentes no que fazem, mas com o livro didático de sociologia empoeirado.

Em suma, a escolha fica entre a corrupção ou a falha ideológica.

Obviamente ninguém quer aceitar a má fé, e deve ser senso comum que uma ideologia, ainda que furada, é melhor que nenhuma. O que me espanta é que eu tenha ainda mais pavor de ser governado por quem sabe o que quer, e não é nada do que eu quero, do que de ser governado por corruptos.

Deixe uma resposta

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

requerido