Alego reticente

A vossa senhoria

Que não há mal intento

Em minha cantoria

Se há ledo engano

De fato não haveria

Ao som desse canto

Toda noite todo dia

Se de ti fosse eu

E você minha alegria

Secaria meu pranto

Romperia o encanto

Encolheria num canto

E jamais cantaria

Deixe uma resposta

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

requerido