Foi de brincadeira que falei de amor

E o peso das promessas foi tão doce

Musicando de azul o que acreditei

Enchi você de delicadas flores

E contei os dias que passavam lentos

Saboreando teu sorriso largo

Tocando de leve teus sentimentos

Com vontade de um beijo sereno

Deixe uma resposta

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

requerido