Porque ele é poesia.

Porque lança olhares
E sorrisos
Que compõem a estrofe mais mágica
Que já existiu.
E seu riso
É de fazer rir o coração.

Porque seus abraços
Encaixam
Como rimas.

Porque seu corpo
Tem a harmonia
De rendondilhas.

Porque seu toque acalma
Ou agita.

Porque ele me faz bem.

E eu não me atrevo a escrever além
Desses versos sem métrica
Pois ele
É que é a poesia.

Deixe uma resposta

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

requerido