Ela chega devagar, ocupando um canto da sala
Depois sentindo-se a vontade abre logo as malas
Procura pelos cabides vazios e pendura longos casacos
Calcas jeans, blusas vermelhas, meias tres-quartos
O seu cheiro ja esta em todas as minhas gavetas
Minhas gravatas, minhas jaquetas

Pouco tempo depois, nao forra mais a cama
Sua voz ja nao diz que me ama
E me sufoca no escuro
Entre lagrimas e solucos
E eu a peco que va embora
Que va doer la fora

Me deixe ser sozinho
Que vou tentar seguir meu caminho
Porque minha maior vontade
E que voce abandone, saudade
Que pare seus sussurros frios
E deixe meus cabides vazios

Deixe uma resposta

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

requerido